No Desapego



Hoje a minha oração foi diferente de ontem, decidi seguir um outro rumo…
Ontem pedi para que Deus cuidasse, protegesse e abençoasse o nosso amor, que tudo fosse eterno, que fossemos fieis nas promessas de amor que fizemos, que houvesse respeito, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, até ao fim dos nossos dias. Mas hoje pedi do fundo do meu coração para que este amor acabe, que não deixe lembranças, que as coisas continuem assim mesmo, no desapego, no afastamento, separados, cada um seguindo o seu caminho, assim mesmo sem trocarmos qualquer tipo palavras ou frases, sem esta história de que teve um fim.
Certas coisas não precisam de ser ditas muito menos esclarecidas. Não me vou iludir nem te mentir ao dizer que não ouve qualquer tipo de lagrimas, elas caíram não só dos olhos, mas do coração também. Quando lembro que tu fizeste de mim a rapariga mais feliz, que me deste um abraço único, penso que não passaram de uma perfeita palhaçada, ou melhor de uma grande mentira. Então vai e abandona-me, ninguém te obriga a ficares aqui e não te preocupes porque já tive perdas e essa vai ser mais uma para minha coleção de decepções. 

Mensagens populares deste blogue

Permanência do Silêncio