Certamente, não foi um Conto de Fadas...




Preferis-te optar por seguir o teu caminho, voltas-te para a tua vida sem deixar rasto, eu disse que seria um capítulo encerrado mas nem consigo virar esta página. Neste momento preciso de algum abrigo para minha própria protecção, preciso estar só comigo, com as minhas lembranças, com os meus pensamentos… Não tem nada haver contigo, tem haver comigo, com a minha culpa, porque eu vou sentir a tua falta, irei derramar lágrimas mas mesmo assim, eu tenho que seguir em frente, chegou a hora de ir para um ponto mais alto. O caminho que deus me deu, eu sei que devo de seguir sozinha e lutar, até porque contos de fadas nem sempre têm finais felizes e esta não foi de facto uma relação do país das maravilhas.
Sinto o mundo a cair, estou sem controlo, existe certamente alguém lá em cima a olhar por mim, a dizer-me que esta tudo bem, que as minhas lágrimas irão secar e estarei livre para voar mas quando estou no meu porto seguro, eu sonho com um lugar bem mais fácil que este até porque ninguém se importa em explicar o que uma dor no coração pode trazer ou significar para alguém, mas também não me quero esforçar em perceber. Por mais que eu queira, eu não encontro a força que guia o meu caminho, eu me escondo e não quero mudar nada, apenas fugir para um lugar bem longe onde os dias viram mais brilhantes. È tão difícil manter-se no chão quando se tem tanto medo, sinto-me perdida…
As vezes não sei como dizer que para mim acabou, que não existe mais nada e quando tento seguir em frente tu reapareces e eu perco as forças, parece que tudo foi ontem, que nós perdemos tudo, que o amor se foi e que nem consegui segurar com as minhas próprias mãos.
Descobri que as nossas vidas não correspondiam, o meu mundo não era o teu mundo, crias-te um somente para ti, nos mantivemos distantes e assim tudo se perdeu.
Eu tentei como eu chorei, mas para quê? O amor nunca existiu por tua parte e embora eu tenha tentado, eu confesso que perdi esta batalha. E se um dia, te arrependeres, será tarde demais.

Mensagens populares deste blogue

Permanência do Silêncio