Ciclo do Amor

Eu liguei-te, estavas ocupado.
Chamei por ti, tu não me ouviste.
Precisei de ti, não estavas presente.
Senti a tua falta, para ti não foi importante.
Pedi um beijo, tu recusas-te.
Precisei de um abraço, tu não me deste.
Eu disse que podia fazer-te feliz, tu nunca aceitaste.
Implorei pela tua sinceridade, tu foste infiel.
Fiz-te juras eternas mas para ti nada é eterno.
Disse que te amo, tu rejeitas-te.
Eu podia ser tua, mas tu não o quiseste.
Podíamos ser um só, tu só pensas-te em ti.
Senti saudades, tu viraste costas.
Quis caminhar contigo, tu foste sozinho.
Dei-te a minha alma, tu só me deste o teu corpo.
Olhava na tua direcção e a minha direcção não era a tua.
Perdi as forças, tu não me estendeste a mão.
Chorei, tu não colheste as minhas lágrimas.
Abandonei o teu rumo, tu olhas-te para mim.
Tu ligaste-me, eu desliguei.
Chamaste por mim, fingi que não te ouvi.
Precisaste de mim, fiz questão de não estar presente.
Sentiste a minha falta, não quis saber.
Pediste um beijo, recusei.
Precisaste de um abraço, não te dei.
Disseste que me podias fazer feliz, não aceitei.
Imploras-te pela minha sinceridade, assim o fui.
Fizeste juras eternas, tu acabas-te com o que eu tinha de eterno.
Disseste que me amas, eu rejeitei.
Podias ser meu, mas tu não o quiseste.
Podíamos ser um só, mas só quis pensar em mim.
Sentiste saudades, eu virei costas.
Quiseste caminhar comigo, eu fui sozinha.
Deste-me a tua alma, eu não te dei nada.
Olhas-te na minha direcção, eu ignorei.
Perdes-te as forças mas eu estendi-te a mão.
Choras-te, eu colhi as tuas lágrimas.
Abandonas-te este rumo, desistis-te.

Mensagens populares deste blogue