Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2011

Controlo inconstante

Sinto como se um trovão tivesse caído sobre a minha vida, como se tivesse um controlo inconstante que tanto esta presente como não, é como se os meus pensamentos tivessem ganho outro sentido, como se tudo tivesse ganho outro rumo e tivesse deixado de estar á deriva. Será que cresci? Há coisas que á cerca de dois anos atrás faziam sentido e agora não, não faz sentido ser assim mas não entendo o que mudou. Sinto como se estivesse a correr com o tempo, sinto como se estivesse mais forte e que agora consigo suportar e ver o lado da razão que antes não conseguia ver. É como se fosse a primeira vez que estou amar, a primeira vez que sei o que é ter saudades, como se aprendesse agora a andar sobre o caminho da minha vida, a lutar pelos meus objectivos. O meu ritmo cardíaco aumenta á medida que me aproximo, sem me dar conta eu já estou lá. O tempo pode ser mais rápido que eu, o controlo pode estar sobre as minhas mãos, mas terei que saber agarrá-lo e caminhar á medida do tempo para que nada s…

Não quis ser perfeita

Imagem
Fiquei farta de regras, cansei de que me digam o que fazer e o que não fazer, que ponham a mão sobre mim e que gritem comigo, que errem e digam “tu não podes errar”, que quando sorria é porque sorria e quando chorei diziam “porque choras? Tudo te corre bem”. Fartei e por mais errado que tenha sido, eu senti-me única uma vez na vida. Existe alturas que todos nós cansamos de viver a vida dos outros, cansamos de ouvir e queremos também falar, queremos viver apenas o nosso momento, ser apenas “eu”. Caminhei na vida de muitas pessoas, dei a mão muitas vezes, olhei sempre para o bem, sempre com objectivos e com críticas boas, o sorriso não me chegava, queria chorar também, dei de mim mais do que tinha e cansei! Quis que caminhassem comigo, quis apoio, quis falar do que é meu e ninguém me ouviu, eu era perfeita de certo modo, mas cansei da perfeição então procurei outros horizontes mesmo sendo errados, eram meus. Ninguém compreendeu, as minhas opções, as minhas escolhas, o meu olhar. Ninguém…